segunda-feira , 21 agosto 2017
Início > Blog > Review – 13ª Era

Review – 13ª Era

Em 13ª Era você poderá ser um pirata que não morre e que tem a alma controlada pelo Dragão Azul, o elfo mais antigo do mundo ou um personagem que tem um coração mecânico anão no peito. Seja um herói único nesse fabuloso jogo de proporções épicas.

Começamos já com grandes Gamers Designers, nomes como Rob Heinsoo ( D&D 4ª Edição ) e Jonathan Tweet ( D&D 3ª Edição ) que resolveram misturar os melhores elementos das edições de D&D com elementos narrativistas de jogos como Dungeon World e Fate core.

Conheçam 13ª Era.

Um jogo aonde cada classe tem uma mecânica única em um cenário que é moldado conforme jogam e onde a historia do seu personagem é parte importante da mecânica do jogo. Um jogo aonde o foco são ações heróicas e a realidade é aquilo que deixa a história mais divertida. Um sistema de batalha dinâmico e rápido que não precisa de grid ou miniaturas e com um dos melhores textos já escritos.

13ª Era é quase como um sucessor espiritual de Dungeons & Dragons, mas com grandes melhoras nas mecânicas para a criação da história. O jogo é direcionado para mestres experientes mas para todos os tipos de jogadores!

O CRESCIMENTO DOS RPG’s NO BRASIL

Hoje com o advento da internet, publicação digital, financiamentos coletivos o RPG está entrando em uma nova Era contrato do prassódia já está nas minhas mãos onde se você dedicado e quer lançar um RPG é muito mais fácil que à 10 anos atrás! E isso acaba trazendo RPG’s voltados para públicos específicos e com gostos diferentes do que o os RPG’s clássicos nos mostram! Os criadores de Dungeon World Adam Koebel e Sage LaTorra tem uma visão diferente do que o tradicional D&D e fizeram isso no seu sistema!

E 13ª Era é outro exemplo disso, seus criadores trouxeram uma visão diferente de como eles acham que seria interessante jogar RPG, até por que, NÃO EXISTE UMA MANEIRA UNIVERSAL DE SE JOGAR RPG, e durante o livro você irá perceber comentários e observações dos autores sobre como o uso de armadilhas, detalhes sobre equipamentos, dinheiro e etc.

Sem mais delongas vamos ao maneiríssimo 13ª Era!


ÍCONES

Sempre em grandes cenários de RPG existem NPC’s poderosos que muitas vezes guiam os jogares em sua jornada, seja de uma maneira boa – os guiando e dando dicas – ou de uma maneira ruim –  Como um poderoso vilão! – e em 13ª Era existem 13 ícones quem diria e cada jogador tem até três conexões com esses ícones, positiva, neutras ou negativas e quanto mais pontos tu gasta em alguma mais próxima é a sua relação com o ícone! O sistema já entrega os ícones prontinhos com toda sua história e motivações, como o Arquimago, O rei Anão, A rainha Elfa, o Principe das Sombras e mais, mas é claro que nada impede de os jogadores junto com os mestres criarem os seus próprios ícones!13th_age_icons


PERSONAGENS 

O nível máximo que um jogador pode chegar em 13ª Era é DEZ, e já no início da criação dos13ª Era personagens você percebe que eles não são
novatos inexperientes, o que prova disso é a singularidade que você deve escolher para o seu personagem, onde como o próprio nome já diz é algo único, e não deve ser mecânico, ou seja será algo que fará o seu personagem especial no mundo, quem sabe o único Drow que consegue andar tranquilamente no sol?! Ou o único anão que se casou com uma elfa? Isso você que decide, e o mestre irá usar isso na campanha da melhor maneira possível!

A criação é bem familiar para jogadores de D20, mas o mais legal é que não existem as famosas perícias! MAS COMO ASSIM?! você deve estar se perguntando, simples, 13ª Era como eu já disse é focado na narrativa então a história do seu personagem o famoso “Background” desta vez é importantíssimo e indispensável para o seu personagem, você terá pontos para gastar em pontos importantes na sua história, por exemplo se você já foi um acrobata de circo  você pode gastar pontos nesse ponto da sua história e quando ter que realizar algo em jogo, se o que está tentando fazer se encaixar em alguma parte da sua história você recebe um bônus na sua rolagem, como se equilibrar por exemplo se encaixaria na parte de “Acrobata de circo”.

Cada Classe é diferente e tem algo especial, o Guerreiro com suas manobras de batalhas únicas, o Bardo com usas canções, o ladino com suas técnicas especiais e várias outras!


COMBATES

Simples e divertido, posso resumir dessa maneira, sem a necessidade de usar miniaturas ou grid de batalha! Claro que se você quiser jogar com elas, nada lhe impede, o combate é muito parecido com os combates do sistema D20 com algumas ações a mais, como ações de interromper, isso mesmo, nada mais de ficar vendo seus amigos apanhar e não poder fazer nada sendo o tanker do grupo, o guerreiro por exemplo o guerreiro pode avançar e interromper o ataque de inimigos utilizando a manobra correta é claro!

Ah e ainda existe o dado de intensidade: Conforme os personagens lutam em uma batalha, eles acumulam ritmo e vantagens táticas que os ajudam a derrotar seus inimigos. Esse bônus no ataque aumenta com o andamento da luta e é representado pelo dado de intensidade. Conferindo bônus durante o combate e “combando” com suas habilidades também!


O VEREDITO 

Perfeito para você que busca algo novo mas não quer se distanciar do D20, perfeito para você que busca um jogo com mecânicas que dão valor a narrativa de jogo, 13ª Era é um ótimo jogo para quem busca algo diferente e simples!

Ele está disponível em pronta entrega no site da Editora New Order por R$30,00 em PDFou por R$139.90 em versão FÍSICA.

Se você gostou ou não, deixe seu comentário e sua sugestão, isso nos ajuda a melhorar cada vez mais!

Renan Neto
Jogador de RPG desde 2003, conhecedor de diversos sistemas.
Vim de terras distantes apenas para espalhar o amor e conhecimento pelo RPG.
Estudante de Game design, amante de comidas élficas, e apaixonado por RPGs independentes!
Renan Neto on FacebookRenan Neto on InstagramRenan Neto on Twitter