segunda-feira , 21 agosto 2017
Início > Blog > RPG > Cenários > Ainda Vivos – Um RPG de Sobrevivência e Gerenciamento de Recursos

Ainda Vivos – Um RPG de Sobrevivência e Gerenciamento de Recursos

O Coisinha Verde lançou mais um jogo gratuito. Nesse RPG de Tiago Junges você deve saber gerenciar muito bem os seus dados e recursos para que, talvez, os personagens continuem Ainda Vivos.

O RPG Ainda Vivos é um jogo de sobrevivência num mundo pós apocalíptico. Ao contrário de muitos outros jogos, esse é um RPG que aborda assuntos pesados e sérios, como morte, violência, sexo e drogas, tanto é que se recomenda que apenas maiores de 18 anos o joguem.

Ainda Vivos

“Adam está doente e não vai sobreviver até o final do ano. Por mais que ninguém tenha falado uma só palavra a respeito, acredito que todos estão de acordo que ele será nossa próxima refeição.” – Trecho do livro

O jogo se passa durante o ano de 2023 e a história mostra os personagens tentando sobreviver num mundo onde tudo pode te matar. Mas esqueça mutações e zumbis, aqui o perigo é real a ponto de ser nauseante.

Você precisa conseguir comida e água, mas quase tudo está contaminado por radiação. Você precisa do grupo para sobreviver, mas a lei do mais forte pode falar mais alto e você podem se tornar escravos de alguém que soube gerenciar melhor sua comida ou munição. Você precisa de um abrigo, mas ficar parado só vai fazer a morte chegar mais perto.

Oras, imagine o que se tornaria um mundo onde não há regras e existe pouca comida para muita gente. Imagine um mundo de Mad Max, mas com menos efeitos especiais e mais drama… esse é o mundo de Ainda Vivos… e você está nele!

Gerenciando dados e recursos

ainda-vivos-ilustracao-finalAinda Vivos gira ao redor de gerenciamento de recursos in game e de dados off game. O que isso quer dizer?

In game a fome, sede, fadiga e doenças são perigos reais e você deve saber quando é inteligente beber o resto da água que estava guardando escondido por baixo da túnica rasgada.

Off Game, você terá uma pilha de dados rodando entre sua vontade e necessidades. Um dado desperdiçado sem pensar, e seu personagem pode morrer.

O Mestre Carrasco

Uma coisa que me chamou atenção em Ainda Vivos é que o narrador, ou mestre, deve ser o mais cruel e carrasco possível, sempre pendendo para o pior resultado que poderia ocorrer em cada cena.

Pra piorar, o narrador nunca deve pedir um teste de qualquer coisa sequer, os jogadores que devem pedir pra rolar um dados em determinadas ocasiões, gastando seus dados da pilha de vontade e, se conseguirem passar pela dificuldade escolhida pelo mestre, aí sim, o jogador narra um curta cena descrevendo o que ocorreu e como seu personagem se saiu.

Ainda Vivos trás o pior da humanidade para a sua mesa de RPG… e eu estou doido pra jogar com meu grupo!

Baixe e Jogue Grátis!

Ilustração: Leo Wulfgar

Oneiros
Autor em Rolando Dados
Formado em Sistemas de Informação, amante de culinária e RPGista desde 1999, mestre desde... nem se lembra, conhecedor e pesquisador de sistemas de RPG, tem o estranho costume de falar sobre ele mesmo na terceira pessoa... o.O
Oneiros on DeviantartOneiros on EmailOneiros on FacebookOneiros on GoogleOneiros on InstagramOneiros on PinterestOneiros on TwitterOneiros on Youtube