quinta-feira , 23 novembro 2017
Início > Blog > Chuchulhu, Terror Vegetal Cósmico

Chuchulhu, Terror Vegetal Cósmico

Terrores de incontável idade permeiam os recantos mais escondidos do Universo. Criaturas para quem bem ou mau não faz sentido, apenas sua vontade é a guia de suas ações e planetas inteiros podem sucumbir em um segundo, não fazendo diferença nenhuma para eles. Claro que a esse ponto você deve estar pensando no tão famoso Cthulhu e seus irmãos. Mas você já ouviu falar do terrível Chuchulhu, o Terror Vegetal Cósmico?

O Receitanamicon

receitanamicon
Receitanamicom, receitas que vão deixar você louco (literalmente)

Descoberto em 1632, em uma cozinha velha e suja em Paris, o Receitanamicon deixou vários pesquisadores loucos. Ninguém conseguia entender como aqueles escritos estranhos com ilustrações esquisitas podiam resultar em pratos tão deliciosos.

Até hoje muitas receitas são um mistério, pois ninguém ainda teve coragem de provar jiló com doce de leite ou quiabo refogado com leite condensado e sal fúcsia do himalaia!

Mas foram nessas páginas escurecidas e manchadas (em sua grande maioria, com molho) que foi descoberta a terrível figura de Chuchulhu, uma criatura medonha que faria o próprio Lovecraft tremer diante sua estranheza!

Chuchulhu

chuchulhu com azeite
Página do Receitanomicon com ilustração de Chuchulhu (a mancha não é sangue, é molho.)

Morbi vitae fermentum odio… digo, depois de muitos anos, e muitas equipes perdidas para a loucura, algumas poucas informações foram enfim reveladas sobre a misteriosa figura vegetal.

Chuchulhu aparentemente surgiu, sabe-se lá de onde, tão logo as massas disformes deram origem a amontoados de células esverdeados fazedores de fotossíntese que hoje chamamos de plantas. Porém, qual seu real poder sobre elas, nós nem sequer imaginamos.

Há que teorize que Chuchulhu seja apenas uma das inúmeras esquisitices que Cthulhu cultiva em sua hortinha, no fundo do quintal em R’lyeh.

Em suas raras aparições, todas ainda teóricas, nós pudemos perceber aumento nos casos estranhos de plantas conscientes, como tomates assassinos, plantações de milho matadoras de homens e até o lendário Cabeça de Abóbora, todos tão insanos que só poderiam ser cria de um Grande Ancião… ou de uma planta deles.

Ao contrário de Cthulhu, que morto, aguarda sonhando em sua morada de R’lyeh, o Grande Chuchulhu não aguarda em um único local. Escritos espalhados por todo o Receitanamicon sugerem que cada rama de chuchu pendurada em cada cerca espalhada pelo mundo guarda uma fração da existência de Chuchulhu, que envenena cada ser que se atreve a comer chuchu, seja puro ou temperado com cebola, alho, sal, limão e azeite (que, aliás, fica uma delícia).

O que irá acontecer com cada uma dessas pobres criaturas quando o Grande Chuchulhu voltar, não se sabe, mas, dentre várias possibilidades, a mais amena é que cresçam ramas de chuchu por todos os poros dos comedores de chuchu, que serão controlados como se fossem marionetes em um enorme exército de homens-planta a serviço desse terrível Vegetal Cósmico.

O que sabemos é que, apesar de gigantesco, perturbador e de idade incerta, mas bem avançada, uma coisa que causa terrível repulsa em Chuchulhu, a ponto de bota-lo para correr, é uma (gigantesca) panela de água fervente… vai entender!

Ok, minha criatividade acabou aqui. Se você quiser mandar a ficha dessa belezinha, fique à vontade, os comentários estão aí pra isso. A que ficar mais criativa e condizente com a lenda, vai ser publicada!

Artes:

Oneiros
Autor em Rolando Dados

Formado em Sistemas de Informação, amante de culinária e RPGista desde 1999, mestre desde… nem se lembra, conhecedor e pesquisador de sistemas de RPG, tem o estranho costume de falar sobre ele mesmo na terceira pessoa… o.O


Oneiros on DeviantartOneiros on EmailOneiros on FacebookOneiros on GoogleOneiros on InstagramOneiros on PinterestOneiros on TwitterOneiros on Youtube