sábado , 25 março 2017
Início > Blog > RPG > Evolution Pulse – Um RPG de Horror Survivor para FATE

Evolution Pulse – Um RPG de Horror Survivor para FATE

Imagine um futuro distante onde droids e inteligência artificial fazem todos os serviços básicos, onde partes do corpo podem ser remodeladas a seu bel prazer e até apagar memórias traumáticas é possível, sem dor ou sofrimento.

Agora imagine tudo isso, construído por anos e mais anos de tecnologia e trabalho, terrivelmente destruído em nove horas por algo alienígena, um mundo onde tudo se move e tenta te matar. Bem vindo a Evolution Pulse!

Evolution Pulse

Evolution Pulse

Feche seus olhos, pode sentir seu coração bater? Cada único átomo do mundo que você conhece está sincronizado com a pulsação do seu coração.

Baseado em Fate Core/Fate Acelerado, Evolution Pulse é um mundo sombrio, violento e cruel onde há poucos sobreviventes e você é um deles.

Em 2917 o mundo ia muito bem, obrigado! Com tecnologia que hoje nós mal conseguimos imaginar, mas um grupo de cientistas (sempre os cientistas!) cometeu um erro fatal (literalmente) ao abrir uma caixa preta de 20×20 cm encontrada numa base misteriosa na Antártida.

Quando essa caixa de Pandora maldita se abre, cada batimento cardíaco de cada pessoa no mundo se liga à realidade de alguma forma inexplicável, mudando tudo à sua volta.

Cada vez que a realidade muda, uma matéria escura gera um Hekath, que se alimenta dessa matéria ficando mais poderoso e evoluindo de  MkAlpha para MkBeta para MkGamma… O mundo termina em 9 horas!

Duzentos e sete anos após a abertura da caixa, o mundo virou um caos completo e as ExDatas são apenas ruínas das cidades gingantes que foram no passado.

Nessas ruínas, alguns poucos humanos perdidos, conhecidos como LostH, ainda tentam se esconder da matéria escura que devora e transforma tudo.

Quando essa matéria encontra um sobrevivente, ela o infecta, mudando seu genoma e o transformando no que a Trindade chama de Obscura.

Obscura

A Trindade

Três Inteligências Artificiais (AI) chamadas Nirvana, Eden e Olympus, conseguiram construir zonas seguras para manter seus sobreviventes, que são, ao mesmo tempo, seus protegidos e escravos.

Cada AI gerencia sua zona segura de uma forma, mas quando elas precisam de alguém que ande fora dessa zona, na LostZone, é que você entra na história.

Nirvana construiu cidade seguras para que homens e Proxys (clones) pudessem viver em paz e aprendessem a mudar o mundo à sua volta controlando seus batimentos cardíacos.

Se você veio de Nirvana, deve ser um Proxy se aventurando pelo mundo destruído para conseguir uma vida melhor quando voltar… mas não sabe que eles vão apenas apagar sua memória e te mandar de volta à LostZone.

Proxy

Eden coloca os homens para dormir em criogenia e usa suas mentes para gerar Hyonos, entidades que são encarnações de suas virtudes com aparências e feitos inspirados nos bravos deuses e heróis das mitologias humanas, com acesso a armas e armaduras de qualidade.

Hyonos

Olympus foi direto ao ponto e não teve dó dos seus humanos, implantando em seus corpos partes cibernéticas em um processo extremamente doloroso, mas dando a eles a capacidade de se unir a materiais inorgânicos, evoluindo e curando seu corpo, esses são os Hydrah.

Hydrah

Nesse mundo, você é um Executor (Proxy, Hyonos ou Hydrah) mandado por sua AI para andar sobre a LostZone, enfrentar os mais terríveis monstros e recuperar humanos sobreviventes, LostH, pois quanto mais o tempo passa, mais a Obscura devora o genoma humano e cada vez mais a raça humana corre o risco de ser extinta perante o poder de horror dos Hekath.

Você ainda pode jogar sendo um LostH ou um Obscura, mas depois não reclama que o mestre é sacana.

expansão “Dark Echoes” (Echi Oscuri) adicionou outro arquétipo, o Adepto da Quintessência, além de um modo solo e muito material ampliando o mundo de Evolution Pulse.

Vamos ver se essa expansão sai aqui no Brasil. Quem sabe o povo da Fábrica se anima e coloca ela como meta extra no financiamento?

Ué, eu ainda não falei do financiamento?

Evolution Pulse no Brasil

Lançado originalmente na Itália pela Black Box Games, agora os Hekath estão vindo com todos os seus tentáculos, matéria escura e caras feiosas para as terras tupiniquins pelas mãos da Fábrica Editora, que promete, já em seu primeiro lançamento, entrar rasgando no cenário RPGístico brasileiro.

hekath evolution pulse 300x424
Hekath (isso é feio assim ou está do avesso?)

Evolution Pulse será lançado aqui no Brasil por meio de financiamento coletivo no Catarse e sua campanha tem início dia 07 de março! já está no ar! Clique no botão abaixo para garantir o seu!!!

Evolution Pulse no Catarse!

O que vai ter no livro?

O livro nacional terá 184 páginas em formato A5 em preto e branco, mantendo o padrão da publicação original, com as embasbacantes e assustadoras mais de setenta ilustrações exclusivas, e trará:

  • 4 Arquétipos personalizados, e um arquétipo especial extra;
  • Detalhado sistema de abordagens, bem diversificado para cada arquétipo;
  • Uma lista completa de ações, orientada pela história e especificamente construídas para caracterizar cada arquétipo;
  • Regras e informações sobre os Hekaths;
  • Regras para a manipulação da realidade e do Pulso;
  • Uma série de perguntas que lhe permite criar seu próprio apocalipse pessoal, seu próprio mundo de Evolution Pulse;
  • Histórias e contos sobre o mundo sombrio de Evolution Pulse como visto pelos olhos de seus habitantes;

Enfim, Evolution Pulse é um RPG de horror pós-apocalíptico com muita influência cyberpunk, com as regras simples, focadas e rápidas do FATE, o que deve render sessões tensas e com muita ação.

Jogado à noite, deve dar um barato bom, principalmente se tiver uma boa trilha sonora de filmes como Alien, o oitavo passageiro acompanhando a narrativa.

Para se inspirar, eu recomendo que você leia Akira, Blame! e Ghost in the Shell, até porque está saindo o filme desse último com a maravilhosa Scarlett Johansson, o que pode te dar um plus na vontade de jogar.

Oneiros
(en)Rolador em Rolando Dados
Formado em Sistemas de Informação, amante de culinária e RPGista desde 1999, mestre desde... nem se lembra, conhecedor e pesquisador de sistemas de RPG, tem o estranho costume de falar sobre ele mesmo na terceira pessoa... o.O
Oneiros on FacebookOneiros on GoogleOneiros on InstagramOneiros on PinterestOneiros on TwitterOneiros on Youtube
'