quinta-feira , 22 junho 2017
Início > Blog > RPG > Veridiana – Um Jogo de Alan Silva
Veridiana - Um Jogo de Alan Silva

Veridiana – Um Jogo de Alan Silva

“Veridiana é o nome do lago que fica a seis dias de distância em direção ao norte da Grande Árvore. Ao iniciar o caminho para este destino, jamais encontrará o caminho de volta.” – Anciã da Grande Árvore

Nesse jogo de narrativa escrito por Alan Silva, o Inseto Vermelho (Cachorros Samurais, Erótica), revisado por Mayra Sousa e Camila Gamino e com lindas ilustrações de Bruno Prosaiko, você é uma curiosa criatura que morava na Grande Árvore, mas foi expulso.

Você está doente e a Anciã não permite mais a sua presença na Grande Árvore. Agora você precisa se juntar aos outros jogadores e tentar chegar a um lugar chamado Veridiana, o berço dos ancestrais de todas as criaturas que vivem na Grande Árvore, antes que a doença te leve a um sono profundo e eterno.

“Além das colinas que uivam e das cachoeiras surdas…”

veridiana jogo alan silva 300x183O jogo, inspirado em Journey do PS3 e Childs of Light, foca na narrativa e a história vai se criando pelas palavras de todos os jogadores.

Conforme os jogadores vão lendo as passagens da viagem de seis dias até Veridiana, vão seguindo instruções, rolando dados de sua pilha de dados e narrando as reações de seus personagens.

Ao final de cada etapa, existe uma pergunta ou frase que leva o jogador a pensar como seu personagem reage à solidão, tristeza, esperança, etc. A melancolia de uma doença terminal se junta a tudo isso para formar uma narrativa bonita e dolorida ao mesmo tempo.

Sempre que se passa um dia de viagem, você rola todos os dados (de seis lados) da sua pilha, que começa com quatro dados, ou seja, é bom que cada jogador tenha 4d6 para o jogo rolar tranquilo, mas também dá pra usar outras coisas como marcadores.

Dependendo do resultado das rolagens e das instruções na sua ficha, na ficha do centro da mesa e do último trecho lido, você mantém ou perde o dado. Quando sua pilha de dados estiver vazia, um sono profundo se abate sobre seu personagem, você senta do ladinho e assiste o resto do jogo sem poder mais fazer nada.

“Como você imagina que seja a Veridiana?”

Veridiana não tem combates, nem mistérios a serem resolvidos, apenas sentimentos a serem explorados e uma história a ser contada, então não adianta chamar aquele seu amigo “caça-combo”… melhor chamar suas amigas que gostam de uma boa historia romântica e poesias, será bem mais rentável!

Como a história é contada por todos conforme a viagem avança, a cada vez que você jogar Veridiana, terá uma experiência diferente e talvez os sentimentos e reflexões também sejam bem diferentes e reveladores.

Veridiana tem 22 páginas, 20 instruções e “seis dias de viagem”, o que não permite que o jogo se alongue muito, se tornando perfeito para jogar naquele jantar de amigos ou entre uma partida e outra de um jogo mais demorado.

Se você ficou curioso, pode baixar gratuitamente o jogo e as fichas no próprio site do Inseto Vermelho (clique no botão abaixo). A versão impressa deve sair em breve!

Baixe Veridiana AQUI!

Veridiana

Oneiros
(en)Rolador em Rolando Dados
Formado em Sistemas de Informação, amante de culinária e RPGista desde 1999, mestre desde... nem se lembra, conhecedor e pesquisador de sistemas de RPG, tem o estranho costume de falar sobre ele mesmo na terceira pessoa... o.O
Oneiros on FacebookOneiros on GoogleOneiros on InstagramOneiros on PinterestOneiros on TwitterOneiros on Youtube